terça-feira, 5 de julho de 2005

Morning Star vai ao médico

ouvindo: Borknagar - The Weight of the Wind
(outra) frase do dia: "Uma das causas mais comuns de todas as doenças é o diagnóstico." - Karl Kraus

Odeio muitas coisas. Crianças, esperar e hospitais estão no meu Top 10. Crianças para todos os lados na sala de espera de um hospital é uma tortura chinesa. O maldito pediatra tinha que ter uma sala do lado do Clínico Geral... cazzo. Pior é ficar agüentando na fila toda a sorte de mulheres (é raro ver um homem agüentar os filhos a ponto de levá-los no médico) comentando imbecilidades com seus respectivos monstrinhos. Se fôssemos levar seus elogios a sério, cada bairro de São Paulo teria promissores 300 novos modelos tipo exportação.

- Olha aquela japonezinha de touquinha ali... não parece uma esquimózinha?!

Claro, minha senhora. Também parece um foguete com essa cabeça pontiaguda. Vou botar fogo embaixo dela pra ver se ela voa longe.

Mas o pior é quando alguma energúmena resolve falar comigo. Meu Deus, por que as pessoas têm essa mania ridícula de falarem umas com as outras?! Não serve pra nada, mesmo!!

- Moço, o senhor está na fila do Pediatra..?

Fila do Pediatra?! Estás a delirar, senhora! Eu já tenho 20 anos, não me trato mais em médicos com imagens do Mickey de fraldas na parede e também, graças ao bom Deus, não tenho filhos prematuros!! Só estou aqui pois não há espaço o suficiente pra eu fugir dos seus filhos! Pediatria é o cacete!!

Tudo bem, depois de toda a sala se esvaziar, consigo entrar na sala e ver minha médica. Uma japonesa gorda que não parecia muito acostumada a atender gente tão altivamente mal-humorada quanto eu. Perguntinhas de praxe: que hemorróida te traz aqui, criatura do Mal?

- Hum... gastrite nervosa, minha pele que não se ajeita nunca e a insônia que só piora...
- Insônia? Você não pode passar nervoso...

Eu tenho ganas de dar um murro na cara dessas médicas e arrancar cada pêlinho de seus bigodes quando dizem isso. Pagar um spa em Curitiba, ninguém quer, né?!

- Usa alguma droga?

Windows. Tira o sono de qualquer um.

- ...Álcool, cigarro...?

Drinking: socialy. Smoking: occasionaly.

- É, tem bebida que tira o sono e tem bebida que chama o sono. Bebe muito café?

Lá vem!!

- Bebo!
- Bastante? Mais de 5 xícaras por dia?
- Cinco é "bastante"?
- Quanto você bebe?
- Ah, umas... 12 por d...
- DOZE?!?! Você vai ter de diminuir esse café...

Ah, não! Por que não me pede pra parar de respirar, logo?!

- Não vou te receitar muita coisa, mas sua insônia tá grave... tome esse aqui, e mais esse, e 3 desse antes de dormir.

Epa, como assim, não ia me receitar nada?! Acha estranho eu tomar 12 inofensivas xícaras G de café e me manda enfiar 5 comprimidos goela abaixo por dia antes de dormir?! Me recomendar encher os cornos de vinho antes de ir pra cama também funcionava, não é?

Volto pra recepção e a moça está enrolada com meu cartão de cadastro. Ainda tenho de ouvir:

- Flávio, o sistema aqui tá pifado... vai demorar uns minutinhos... não quer tomar um cafézinho enquanto isso?!
- Porra, é lógico que eu quero!!

Ok, ok, eu vou pra Farmácia.

- Está fechada, só abre as 9 horas.

Olho no relógio. 8:59:50.

- Bem, esperemos.

Pi, pi!

- Estranho, não abriu!

Enquanto aguardo, vejo que há uma salinha escura do lado dos banheiros escrito Expurgo. Expurgo?! Como assim, "Expurgo"?! E eu que achei que a Igreja Católica não influenciava mais a Medicina...

Ouço um choro incontrolável de criança lá dentro, como se ela estivesse dentro de uma Iron maiden, e vejo que o negócio tem o formato de um confessinário. Ehee! Disso aí eu quero brincar!!

Após a longa espera, entrego minha receita. Em menos de 8 segundos, a fatídica resposta:

- Quem é Flávio?! Ah, sinto informar, querido, mas aqui não tem nenhum desses!

Ahn. O que foi que a japinha de avental lá de cima me disse sobre "não passar nervoso", mesmo?!

5 pessoas leram e discordaram:

Rodrigo disse...

Quem disse que mau-humor não é legal? Pena que temos que nos aproveitar de você, Flavinho. (Perai, eu disse "pena"? ops...)

Beijo!

Flavio Morgenstern disse...

(que será que ele quis dizer?!)

Tatsu disse...

hehe...
As pessoas são divertidas...
Minha sogra é divertida...
Mau-humor é divertido...
ou estou ficando louco?

Succubus disse...

Putzzzz q dia do kraleo hein?!

Se eu fosse vc escreveria um livro... rsss..

Bjo no coração! Lieb dich!

Lady Drago disse...

"Crianças, esperar e hospitais" n seriam teu top 3??
N fala d mulher d bigode!! (Pq eu tiro o meu sempre q começa a aparecer...!!)
Amo teus meio-diálogos! =D ("Meio" pq as tuas respostas são sempre - ou qse sempre! - mentais!)


;)

Postar um comentário

terça-feira, 5 de julho de 2005

Morning Star vai ao médico


ouvindo: Borknagar - The Weight of the Wind
(outra) frase do dia: "Uma das causas mais comuns de todas as doenças é o diagnóstico." - Karl Kraus

Odeio muitas coisas. Crianças, esperar e hospitais estão no meu Top 10. Crianças para todos os lados na sala de espera de um hospital é uma tortura chinesa. O maldito pediatra tinha que ter uma sala do lado do Clínico Geral... cazzo. Pior é ficar agüentando na fila toda a sorte de mulheres (é raro ver um homem agüentar os filhos a ponto de levá-los no médico) comentando imbecilidades com seus respectivos monstrinhos. Se fôssemos levar seus elogios a sério, cada bairro de São Paulo teria promissores 300 novos modelos tipo exportação.

- Olha aquela japonezinha de touquinha ali... não parece uma esquimózinha?!

Claro, minha senhora. Também parece um foguete com essa cabeça pontiaguda. Vou botar fogo embaixo dela pra ver se ela voa longe.

Mas o pior é quando alguma energúmena resolve falar comigo. Meu Deus, por que as pessoas têm essa mania ridícula de falarem umas com as outras?! Não serve pra nada, mesmo!!

- Moço, o senhor está na fila do Pediatra..?

Fila do Pediatra?! Estás a delirar, senhora! Eu já tenho 20 anos, não me trato mais em médicos com imagens do Mickey de fraldas na parede e também, graças ao bom Deus, não tenho filhos prematuros!! Só estou aqui pois não há espaço o suficiente pra eu fugir dos seus filhos! Pediatria é o cacete!!

Tudo bem, depois de toda a sala se esvaziar, consigo entrar na sala e ver minha médica. Uma japonesa gorda que não parecia muito acostumada a atender gente tão altivamente mal-humorada quanto eu. Perguntinhas de praxe: que hemorróida te traz aqui, criatura do Mal?

- Hum... gastrite nervosa, minha pele que não se ajeita nunca e a insônia que só piora...
- Insônia? Você não pode passar nervoso...

Eu tenho ganas de dar um murro na cara dessas médicas e arrancar cada pêlinho de seus bigodes quando dizem isso. Pagar um spa em Curitiba, ninguém quer, né?!

- Usa alguma droga?

Windows. Tira o sono de qualquer um.

- ...Álcool, cigarro...?

Drinking: socialy. Smoking: occasionaly.

- É, tem bebida que tira o sono e tem bebida que chama o sono. Bebe muito café?

Lá vem!!

- Bebo!
- Bastante? Mais de 5 xícaras por dia?
- Cinco é "bastante"?
- Quanto você bebe?
- Ah, umas... 12 por d...
- DOZE?!?! Você vai ter de diminuir esse café...

Ah, não! Por que não me pede pra parar de respirar, logo?!

- Não vou te receitar muita coisa, mas sua insônia tá grave... tome esse aqui, e mais esse, e 3 desse antes de dormir.

Epa, como assim, não ia me receitar nada?! Acha estranho eu tomar 12 inofensivas xícaras G de café e me manda enfiar 5 comprimidos goela abaixo por dia antes de dormir?! Me recomendar encher os cornos de vinho antes de ir pra cama também funcionava, não é?

Volto pra recepção e a moça está enrolada com meu cartão de cadastro. Ainda tenho de ouvir:

- Flávio, o sistema aqui tá pifado... vai demorar uns minutinhos... não quer tomar um cafézinho enquanto isso?!
- Porra, é lógico que eu quero!!

Ok, ok, eu vou pra Farmácia.

- Está fechada, só abre as 9 horas.

Olho no relógio. 8:59:50.

- Bem, esperemos.

Pi, pi!

- Estranho, não abriu!

Enquanto aguardo, vejo que há uma salinha escura do lado dos banheiros escrito Expurgo. Expurgo?! Como assim, "Expurgo"?! E eu que achei que a Igreja Católica não influenciava mais a Medicina...

Ouço um choro incontrolável de criança lá dentro, como se ela estivesse dentro de uma Iron maiden, e vejo que o negócio tem o formato de um confessinário. Ehee! Disso aí eu quero brincar!!

Após a longa espera, entrego minha receita. Em menos de 8 segundos, a fatídica resposta:

- Quem é Flávio?! Ah, sinto informar, querido, mas aqui não tem nenhum desses!

Ahn. O que foi que a japinha de avental lá de cima me disse sobre "não passar nervoso", mesmo?!

5 pessoas leram e discordaram:

Rodrigo disse...

Quem disse que mau-humor não é legal? Pena que temos que nos aproveitar de você, Flavinho. (Perai, eu disse "pena"? ops...)

Beijo!

Flavio Morgenstern on 6 de julho de 2005 16:19 disse...

(que será que ele quis dizer?!)

Tatsu on 6 de julho de 2005 19:18 disse...

hehe...
As pessoas são divertidas...
Minha sogra é divertida...
Mau-humor é divertido...
ou estou ficando louco?

Succubus disse...

Putzzzz q dia do kraleo hein?!

Se eu fosse vc escreveria um livro... rsss..

Bjo no coração! Lieb dich!

Lady Drago disse...

"Crianças, esperar e hospitais" n seriam teu top 3??
N fala d mulher d bigode!! (Pq eu tiro o meu sempre q começa a aparecer...!!)
Amo teus meio-diálogos! =D ("Meio" pq as tuas respostas são sempre - ou qse sempre! - mentais!)


;)

Postar um comentário